Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/880
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBarradas, Jaqueline Santos-
dc.date.accessioned2016-09-30T18:09:56Z-
dc.date.available2016-09-30-
dc.date.available2016-09-30T18:09:56Z-
dc.date.issued2015-04-15-
dc.identifier.urihttp://ridi.ibict.br/handle/123456789/880-
dc.description.abstractThis research theme is the scholarly communication in the academic-scientific field of national defense. This is an exploratory study that identified and analyzed the scientific productivity of teachers included in the programs of post graduate Political Science and International Relations, with areas of concentration and lines of research in defense and security in Brazil, in the triennium 2010 -2012. A qualitative and quantitative analysis of the technical-scientific productivity of teachers was held from the count of items per year; by type of publication and program; the authorship pattern; endogeny and publication in foreign communication channels. The Graduate Program in International Relations San Tiago Dantas distinguished by significant scientific output, followed by the UNB program. But the PUC-Rio program had more than half (51%) of their publications in journals QUALIS A and the same percentage in foreign publications channels. Among the features of the scientific production, the preferred communication channels for the dissemination of research results are the book chapters and journal articles, on equal terms; the authorship pattern is the individual publication and publications in foreign communication channels do not constitute a habitus of the field. This research revealed, among the 90 teachers of the programs, the 20 most productive. The average is 8 articles by authors in three years, which means 2.6 annual average, by author, index satisfactory. There are three highlighted themes: Foreign and Regional Integration, with 25% attendance; Globalization, governance and development, with 17% attendance; and International Political Economy, with 13%. This research found that there is no consensus on the concept of defense, nor about which area should be hierarchically linked. For the occurrence of institutionalization of Defense as area of knowledge, become urgent political efforts, especially of science policy, technology and innovation, and how, in order to gain space on the scene. The results show a significant production during the construction field. The area Defense incipient as a field of knowledge, needs to demonstrate its growth potential through the results and presenting the progress made to date.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Priscilla Araujo (priscilla@ibict.br) on 2016-09-30T18:09:56Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) JAQUELINE BARRADAS 10 jan 2016 para impressao e distribuição.pdf: 3148491 bytes, checksum: 67ddc4ad19e9d9dd3dbd3604d589bc73 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-09-30T18:09:56Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) JAQUELINE BARRADAS 10 jan 2016 para impressao e distribuição.pdf: 3148491 bytes, checksum: 67ddc4ad19e9d9dd3dbd3604d589bc73 (MD5) Previous issue date: 2015-04-15en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherInstituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/Universidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectProdutividade Científicapt_BR
dc.subjectComunicação Científicapt_BR
dc.subjectCiência da Informaçãopt_BR
dc.subjectDefesa Nacionalpt_BR
dc.subjectScientific Productivitypt_BR
dc.subjectScholarly Communicationpt_BR
dc.subjectInformation Sciencept_BR
dc.subjectNational Defensept_BR
dc.titleO processo de comunicação científica no campo da Defesa no Brasil: da geração do conhecimento à disponibilização da informaçãopt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5206195266468729pt_BR
dc.contributor.advisor1Pinheiro, Lena Vania Ribeiro-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9613980184982976pt_BR
dc.contributor.advisor-co1Santos, Jorge Calvario dos-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6615578575315204pt_BR
dc.contributor.referee1Alves, Vagner Camilo-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2535091837980172pt_BR
dc.contributor.referee2Weitzel, Simone da Rocha-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9686940788640111pt_BR
dc.contributor.referee3Souza, Rosali Fernandez de-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/1722582102636346pt_BR
dc.contributor.referee4Saldanha, Gustavo Silva-
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/6143079905555041pt_BR
dc.description.resumoO tema desta pesquisa é a comunicação cientifica no campo acadêmico-científico da Defesa Nacional. Trata-se de um estudo exploratório em que se identificou e analisou a produtividade científica dos docentes inseridos nos programas de pós-graduação em Ciência Política e Relações Internacionais, com áreas de concentração e linhas de pesquisa em defesa e segurança no Brasil, no triênio 2010-2012. O objetivo geral desta pesquisa é identificar, no processo de comunicação científica do campo da Defesa nacional, os seus componentes básicos relativos aos programas de pós-graduação, à produtividade dos docentes, às temáticas de pesquisa e aos canais de comunicação. Uma análise quali-quantitativa da produção técnico-cientifica dos docentes foi realizada a partir da contagem dos itens por ano; por tipo de publicação e por programa; o padrão de autoria; a endogenia e a publicação em canais de comunicação estrangeiros. Os resultados revelam que o Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas destaca-se pela expressiva produção científica, seguido do programa da UNB. Já o programa da PUC-Rio teve mais da metade (51%) de suas publicações em periódicos QUALIS A e o mesmo percentual em canais de publicações estrangeiros. Entre as características da produção científica, os canais de comunicação preferenciais para disseminação dos resultados das pesquisas estão os capítulos de livros e artigos de periódicos, em igualdade de condições; o padrão de autoria é a publicação individual e as publicações em canais de comunicação estrangeiros não se constituem um habitus do campo. A pesquisa revelou, entre os 90 docentes dos programas, os 20 mais produtivos. A média é de 8 artigos por autores no triênio, o que significa 2,6 de média anual, por autor, índice considerado satisfatório. São três as temáticas evidenciadas: Política Externa e Integração Regional, com 25% de frequência; Globalização, Governança e Desenvolvimento, com 17% de frequência; e Economia Política Internacional, com 13%. A pesquisa constatou que não há consenso sobre o conceito de Defesa, nem sobre em qual área deve estar hierarquicamente vinculada. Para que ocorra a institucionalização da Defesa como área do conhecimento, tornam-se urgentes esforços políticos, especialmente das políticas de ciência, tecnologia e inovação, a fim de conquistar espaço em cena. Os resultados apontam uma produção significativa no período no campo em construção. A área de Defesa, ainda incipiente como campo de conhecimento, precisa demonstrar seu potencial de crescimento por meio dos resultados que apresenta e os avanços conquistados até o momento.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciência da Informaçãopt_BR
dc.publisher.initialsIBICT/UFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAOpt_BR
Aparece nas coleções:Teses e Dissertações do PPGCI IBICT-UFRJ

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JAQUELINE BARRADAS 10 jan 2016 para impressao e distribuição.pdf3,07 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons