Please use this identifier to cite or link to this item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/873
metadata.dc.type: Tese
Title: Metrias da comunicação e informação científicas e a contribuição dos pesquisadores da União Soviética e Rússia
metadata.dc.creator: Santos Junior, Roberto Lopes dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Souza, Rosali Fernandez de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Pinheiro, Lena Vania Ribeiro
metadata.dc.contributor.referee1: Bochner, Rosany
metadata.dc.contributor.referee2: Araujo, Vania Maria Rodrigues Hermes de
metadata.dc.contributor.referee3: Braga, Gilda Maria
metadata.dc.contributor.referee4: Leta, Jacqueline
metadata.dc.contributor.referee5: Oliveira, Eloísa da Conceição Príncipe de
metadata.dc.description.resumo: Pesquisa, de natureza documental-descritiva e exploratória, que buscou identificar as origens, desenvolvimento e principais correntes relacionadas aos estudos métricos, e de disciplinas correlatas ligadas a comunicação científica e políticas de investimentos nos setores em Ciência e Tecnologia, produzidos na antiga União Soviética e na Rússia pós-comunista, entre a década de 1960 aos primeiros anos do século XXI. A pesquisa objetivou discutir a contribuição e consistência do campo russo/soviético para com essas disciplinas. Para isso, o presente estudo focou sua análise na produção bibliográfica dos pesquisadores Vasily Nalimov, Gennady Dobrov, Alexander Mikhailov, na realidade da ex-União Soviética, e Valentina Markusova, relacionada à realidade russa. Inicialmente foi realizado estudo histórico sobre a construção, consolidação e desenvolvimento dos setores em Ciência e Tecnologia na URSS e na Rússia pós-comunista, contextualizando a realidade onde os estudos métricos foram desenvolvidos nesses países. Posteriormente, foi realizado levantamento sobre a evolução dos estudos bibliométricos e cientométricos na URSS e Rússia, traçando paralelo com os estudos relacionados as disciplinas Sociologia da ciência, Filosofia da ciência e História da ciência. Por fim, a tese dedicou-se ao estudo das ideias dos autores identificados como produtivos ou líderes de determinadas correntes, além de importantes para o desenvolvimento dos estudos de metrias na antiga URSS e Rússia, a partir do final dos anos 1950. A presente pesquisa conclui que, baseado na análise das ideias de Nalimov, Dobrov, Mikhailov e Markusova, os cenários soviético e russo ligados aos estudos métricos possuiu consistência e continuidade, apesar de problemas advindos das políticas impostas pelo partido comunista, durante a existência da URSS, e da instabilidade econômica sofrida pela Rússia pós-comunista. Percebeu-se também que outros levantamentos e análises podem ser realizados em pesquisas futuras aprofundando temas apresentados nesse trabalho.
Abstract: Research, using exploratory and document-descriptive methods, identifying the origins, development and principal fields of research related to the quantitative and bibliometric studies - and related disciplines on communication science and Science and Technology policies - produced in the Soviet Union and post communist Russia, between the 1960s until the first years of the 21th century. This research tries to identify the consistence of Soviet and Russian bibliographic production on these disciplines. The focus on this study will be on the ideas of soviet researchers Alexander Mikhailov, Gennady Dobrov and Vasily Nalimov, in the USSR reality, and Valentina Markusova, related to the bibliographic production in post soviet Russia. Initially, it was made a historical analysis about the construction and development of Science and Technology sectors in the Soviet Union and Russia, showing the backgrounds where the bibliometric studies was produced in these countries. Later, it was made an analysis about the evolution of bibliometric and scientometric studies in the USSR and Russia, with parallel with fields considered important to the development of these disciplines as, for example, History of Science, Philosophy of Science and Sociology of Science. In the end, the research analyzed the bibliographical production of researchers, related to the bibliometric and quantitative studies in the USSR and Russia, considered important to the consolidation of these disciplines in these countries in the 1950s and 1960s, and after the dissolution of the USSR in 1991. This research identifies that, based on Nalimov, Dobrov, Mikhailov and Markusova production, the Soviet and Russian bibliometric and scientometric scenarios have consistence and, despite the problems related to an authoritarian policy imposed by the communist party, and the economic instability on the capitalist transition in Russia, continuity. It was also noted the possibility of other surveys and studies based on this research.
Keywords: estudo de metrias
comunicação científica
políticas em ciência e Tecnologia
quantitative studies
communication science
science and technology policies
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/Universidade Federal do Rio de Janeiro
metadata.dc.publisher.initials: IBICT/UFRJ
metadata.dc.publisher.department: Escola de Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/873
Issue Date: 17-Mar-2014
Appears in Collections:Teses e Dissertações do PPGCI IBICT-UFRJ

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese roberto.pdf3.57 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons