Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/861
Tipo: Tese
Título: A gramaticalização de informação: uma abordagem sociocognitiva
Autor(es): Souza, Marcos Gonzalez de
Primeiro orientador: Mollica, Maria Cecilia de Magalhães
Membro da banca: Cavaliere, Ricardo Stavola
Membro da banca: Ricardo, Stella Maris B. de F.
Membro da banca: Lima Hernandes, Maria Célia
Membro da banca: Souza, Rosali Fernandez de
Membro da banca: Pinheiro, Lena Vania Ribeiro
Resumo: Informação é um conceito e um item lexical que emergem quando de uma “mudança na tecnologia da comunicação”: emergiram com a invenção do alfabeto grego, com a introdução da escrita na Portugal do séc. XIV e, ao que parece, em nossa era, com as novas tecnologias da informação e da comunicação (TIC). Com a introdução da escrita numa sociedade estruturada pela oralidade, o termo se torna útil a uma noção da realidade que mergulha raízes no dualismo sujeito-objeto. Não se trata de uma mudança na cognição humana, mas de um “enriquecimento” da linguagem, a fim de dar conta de um novo mito, de um mundo de coisas que falam por si, um “mundo das fórmas”, como o apelidamos. Nesse contexto de corte oralidade-escrita (som-visão), o item lexical informação é reificado, isto é, passa a ser considerado um “objeto mental” com algumas características específicas: informação é o conteúdo de uma fórma criada, no sentido de que ela nasce quando um “estado das coisas” é captado pela visão e, mais que isso, compreendido; fôrma é aquilo que, ao enformar a substância “estado das coisas”, dá origem a uma fórma criada. Sob a perspectiva analítica da Linguística Sociocognitiva centrada no uso, apontamos a “metáfora do canal” como a associação que mapeia os traços mais salientes da gramaticalização enformação “moldagem” >>> informação “estado das coisas”: por um lado, define informação como conteúdo; por outro, associa-a com a transferência, o que nos permite, enfim, compreender a polissemia do termo.
Abstract: Information is a concept and a lexical item that emerges when a “change in communication technology” occurs: it emerged with the invention of the greek alphabet, with the introduction of writing in Portugal (14º century) and, as it seems, in our era, with the new information and communication technologies (ICT). With the introduction of writing in an oral society, the term becomes useful to understand a notion of reality based on a subject-object dualism. That doesn’t mean a change in human cognition, but a “enrichment” of the language in order to perform a new myth, a world of things that speak for themselves, a “world of forms”, as we named it. In this context of spoken-written language (sound-vision) transition, the lexical item information is reified, that means, it starts being considered a “mental object” with some specific features: information is the content of a created form, it borns when a “state of things” is caught by sight; mold is what shapes the matter “state of things” and gives rise to a created form. Under the analytical perspective of Sociocognitive Linguistics, we point out the “conduit metaphor” as the association that maps the most salient features of the grammaticalization enformação “molding” >>> informação “state of things”: on the one hand, it defines information as content, on the other hand, it associates information with the term transference, allowing us to finally understand the polysemy of the term.
Palavras-chave: Ciência da Informação
História da Informação
Linguística Histórica
Linguística Sociocognitiva
Information Science
History of information
Historical linguistics
Cognitive linguistics
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/Universidade Federal do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: IBICT/UFRJ
Departamento: Escola de Comunicação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ridi.ibict.br/handle/123456789/861
Data do documento: 16-Mai-2013
Aparece nas coleções:Teses e Dissertações do PPGCI IBICT-UFRJ

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese _ MarcosGonzalez _ 2013.pdf2,08 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons